share on:

Neste domingo, conforme divulguei aqui no blog semana passada, ocorreu a oitava edição do evento chamando A Feira promovido pelo Comida de Rua. Milhares de pessoas passaram pela praça da Alfândega e experimentaram os pratos dos chefs. Eram 16 cozinheiros preparando na hora pratos com referências do mundo todo.

Todos os pratos custavam R$12,00 cada. Você podia pagar em dinheiro diretamente na banca do prato escolhido, ou pagar com cartão de crédito ou débito no caixa central e levar apenas um ticket para a barraquinha. Mecanismo este que funcionou muito bem.

O local estava bem organizado, surepreendentemente limpo para a quantidade de pessoas circulando com copos e pratos descartáveis, e o clima também estava bem agradável.

Cheguei na praça pelas 15hrs e infelizmente alguns pratos já havim esgotado. Outros estavam com filas enoooormes que davam uma desanimada.

Optei por experimentar primeiro o Pica Pau da chef Alice Mendonça. Um petisco típico português com lombo de porco, picles, cenouras, azeitonas e tempero verde acompanhado de pão artesanal. Gostei bastante do sabor, realmente me remeteu a outros pratos típicos portugueses.

Destaque também pro pão artesanal que estava saboroso e macio. Ponto negativo foi que quando chegamos já não haviam mais garfos e tivemos que nos virar com palitinhos, o que não foi muito fácil. Mas valeu o esforço!

Infelizmente (ou felizmente)  uma porção apenas não matou a fome do almoço. Peguei um Cheek Poutine que são batatas fritas com blend de carne bovina defumada, queijo colonial, farofa de bacon e catchup de banana do chef Fabrício Goulart.

Se teve algo que me surprendeu foi esse catchup de banana. Sério! Tinha gosto de catchup e de banana ao mesmo tempo, parecia milagre, hehehe! E por mais estranho que pareça o sabor da banana casou muito bem com a carne, a batata e o queijo colonial. Adorei! Quero a versão grande desse prato numa mesa de bar com muito chopp!!!

E falando em chopp, obviamente não pude deixar passar o um chopp artesanal. Experimentei a cerveja KA’A da cervejaria Babel. É uma cerveja clara com Erva-mate. 6,5% de álcool, bem saborosa! O sabor da erva-mate casou na medida certa, muito agrdável ao paladar, não muito amarga. Um pouco fortinha mas aprovei!

Para saber quando será o próximo acompanhem o blog que eu avisarei! 😉

share on:
Julia Soares

Julia Soares

Administradora, cursando pós em Gestão em Gastronomia. Adoro comer bem, ir ao cinema e qualquer coisa originária do Japão, desde a comida às artes marciais.

2 Comments

Leave a Response