share on:

O Sashiburi é, para mim, referência em sushi em Porto Alegre tanto em qualidade como atendimento, localização e comodidade. Frequento o local normalmente em datas especiais como aniversários ou Dia dos Namorados, como foi desta vez. Não fomos no próprio dia 12 justamente para não ficar numa fila, fomos no sábado dia 13. Neste dia, nem em nenhum outro dia que eu tenha ido ao Sashiburi, eu tive qualquer dificuldade para achar uma vaga para estacionar ou tive que ficar aguardando numa área de espera. 

No Sashiburi você tem diversas opções de pratos e combos à la carte, ou você pode solicitar o Festival. O Festival seria um Menu Desgustação, onde é servida uma seqüência de diversos pratos e especialidades da casa, e você pode repetir os seus favoritos e solicitar qualquer outro não incluso na sequência principal como desejar. Tudo isso por R$99 por pessoa. Bem caro sim, mas como eu disse antes, é para ocasiões especiais!

A sequência começa com um Temaki que você pode escolher dentre as dezenas de opções oferecidas pela casa. O meu favorito é o Tamago Ebiten. É um temaki que a alga é substituida por omelete, salmão cru, camarões empanados, cream cheese e cebolinha. É simplesmente um arraso. Meu favorito para sempre, em qualquer ocasião, em qualquer planeta.

Estas entradas normalmente são acompanhadas de cogumelo shimeji, mas eu não gosto muito então pedimos para retirar. As demais são Lula na Manteiga, hot filadélfia e Nassu Hassame Age, beringela empanada recheada com peixe. Acompanhadas de um molho agridoce. A Beringela é o destaque. É crocante por fora, macia por dentro e uma delícia por todos os lados.

Em seguida mais duas especialidades da casa: Hot Mont Fuji, hossomaki de salmão com cream cheese, empanado e envolto por salmão servido em lâminas de limão. Este gosto muito também pois o sabor cítrico é muito diferente e combina super bem com o salmão e com o empanado.

Junto com ele o Harumaki de Cheddar. Sempre fico meio assim quando começam a colocar cheddar nas coisas que tradicionalmente não levam cheddar. Além de não gostar muito do queijo cheddar, acho que as vezes querem americanizar as coisas. Mas nada disso acontece com esse harumaki. Ele realmente combina e fica FAN-TAS-TI-CO. Me arrependi de não tirar uma foto dele por dentro para vocês, mas acho que foi porque comemos muito rápido.

Os sushis e sashimis mais tradicionais chegam de acordo com a sua preferencia. Eu solicitei salmão, atum e peixe branco. Você pode ainda pedir polvo, lula e kani. Neste dia a apresentação do prato não estava tão elaborada, em outras ocasiões já recebi barcos com sashimis em forma de flores no mesmo restaurante. Mas a qualidade estava perfeita como sempre. Adoro como eles colocam pequenas lâminas de limão junto do peixe branco, dando um sabor todo especial pra esse peixe que normalmente é bem sem graça.

Em seguida os tradicionais Niguiri Skin que não sei o que fazem de diferente mas no Sashiburi são extremamente deliciosos. Ao lado esquerdo, outra criação da casa, Niguiri Skin Show, skin coberto com cream cheese e rúcula sobre um tijolinho de salmão. Isso mesmo, imagine um niguiri tradicional mas no lugar do arroz um tijolinho de salmão. Eu não sou muito fã de rúcula crua na salada, mas estou começando a amar rúcula com outras coisas. O amargor dela da um toque todo especial ao skin e salmão e nem fica tão forte. E por último na direita, uma porção generosa de Ceviche de Salmão: salmão marinado com molho cítrico da casa e cebola roxa. Outra combinação que você não encontra normalmente e faz as suas papilas gustativas darem piruetas. Adoro!

Neste momento você certamente já esta comendo só com os olhos pois já está satisfeito há tempos. Mas continue comendo pois é uma aventura. Cada prato algo completamente diferente! Até o que parece familiar, é diferente. Estes Gunkan parecem simples, mas tem escondido em baixo do cream chesse palha de alho. E por cima pequenas lascas de limão que você deve sim apreciar junto. Mais uma vez as combinações de sabores são perfeitas e inexplicáveis.

E para encerrar com chave de ouro essa epopéia gastronômica, o meu favorito, Gunkkan Flambado. Em chamas direto para sua mesa. Recomendo aguardar alguns segundos antes de apagar o fogo. Salmão em volta, abacaxi por dentro, cream cheese, flambado em contreau. O cérebro meio que para de funcionar. Está meio quente, meio frio, meio macio, meio crocante, meio cru, meio assado. Não se sabe nada muito bem ao certo, apenas que é delicioso e que a vida é maravilhosa por nos proporcionar estes prazeres. Que encerramento! Parabéns ao chef que inventou, ao chef que executou, aos auxiliares, atendimento, segurança, limpeza, administração, todos os envolvidos… Um grande obrigada!

Para encerrar preciso dizer que a decoração do local é simples, a meia luz é muito romântica, o atendimento é excelente e que valeu centavinho que paguei. Assim que possível estarei lá de novo apreciando tudo outra de novo como se fosse a primeira vez.

O Sashiburi fica na Av. Dona Laura, 307, bairro Rio Branco em Porto Alegre.

share on:
Julia Soares

Julia Soares

Administradora, cursando pós em Gestão em Gastronomia. Adoro comer bem, ir ao cinema e qualquer coisa originária do Japão, desde a comida às artes marciais.

2 Comments

  1. Nossa, estou morando há seis meses na España e só tenho a dizer: eu amo o Brasil! Só a nossa culinaria nos proporciona tudo isso. Adorei o post, ansiosa para poder explodir de felicidade com essas delicias também!

Leave a Response