share on:

Esses dias fui ao Praia de Belas e algo chamou muito a minha atenção. O tamanho da fila no quiosque do Cachorro Quente do Rosário! Vejam só isso:

Confesso que eu nunca tinha comido esse cachorro, apenas o original da carrocinha na frente do Colégio Rosário. Caso você ainda não saiba a história, esse que tem a franquia nos shoppings e em outros lugares, não é o mesmo original da carrocinha. Mas mesmo assim, tive que dar crédito a todas essas pessoas esperando 20 minutos por um cachorro quente e esperar também para ver o que eu estava perdendo.

Você primeiro escolhe o seu tamanho e paga. O cachorro pequeno com uma salsicha sai R$7,50 e o grande com duas salsichas sai R$9.  Os ingredientes que você pode adicionar são ervilha, molho, milho, salsa, mostarda, ketchup, maionese, queijo ralado, azeite de oliva e pimenta.

O pequeno fica bem miudinho quando comparado com seu irmão maior, mas não se engane, ele é bem servido! Eu não estava morrendo de fome, estava mais para um lanche reforçado e foi totalmente suficiente.

Confesso que se eu pudesse escolher a ordem de montagem do sanduiche, colocaria o queijo logo após o molho. Assim ele ficaria mais presente em todo o sanduiche, e não apenas em cima. Como inevitavelmente você terá que comer ele de lado, acaba dando uma mordida com queijo e outra com a salsicha.

Minha única crítica acho que seria com relação ao molho. Ele tem um sabor meio avinagrado no finzinho que acho que não precisava. Mas no geral, uma ótima opção por R$8! Acho que a fila gigantesca é mais pelo preço que pela real gostosura do cachorro.

O Cachorro Quente do Rosário visitado fica no Shopping Praia de Belas. Av. Praia de Belas, 1181 em Porto Alegre.

Review overview

Qualidade6
Serviço/Apresentação7
Custo Benefício9

Summary

Lanche rápido e barato!

7.3
share on:
Julia Soares

Julia Soares

Administradora, cursando pós em Gestão em Gastronomia. Adoro comer bem, ir ao cinema e qualquer coisa originária do Japão, desde a comida às artes marciais.

2 Comments

  1. Na minha opinião, o cachorro “fake” do Rosário nem de longe se compara ao original. E concordo com você, o molho não é legal. Diria até que é ruim, parecendo aqueles que se compra de balde, para baratear. Não sei se é o caso, mas parece. O molho do verdadeiro é muito gostoso, pois é feito para ser a alma do cachorro quente, e não só mais um ingrediente. É esse tipo de cuidado que faz a diferença.

    Estou morando em SP já faz 5 anos, mas sempre que vou visitar a família aí em Porto Alegre, passo lá na carrocinha para matar a saudade.

Leave a Response